segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Consultores Jânio Gregório, Reginaldo Rodrigues e Vander Penha, através da R100 - Focux, ministram Curso de Marketing Político na cidade Cláudio

O Consultor Político Vander Lúcio Penha será um dos profissionais a integrar a equipe RCEM no Curso de Marketing Político na cidade de Cláudio no mês de Janeiro.   O evento  acontecerá  no   Automóvel Clube nos dias 20 e 21 e é destinado  aos  Candidatos,  Assessores e   Profissionais de Marketing que se interessam por política.  Penha, que também é   palestrante,  é  Professor  da    Escola   do  Legislativo de Divinópolis,  Tutor do  Curso a  Distância de Orçamento Público da  Escola do Legislativo  da  Assembleia de Minas e  Consultor Regimental da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Divinópolis. Além de Vander Penha, participarão como facilitadores o Consultor de Marketing e   Jornalista   Reginaldo Rodrigues  e  o   Administrador  e   Especialista  em  Marketing    Jânio Gregório. Outras informações sobre o Curso podem ser obtidas pelo 37 3381 2107.

sábado, 17 de dezembro de 2011

Que tudo seja ótimo pra você!!! RCEM - R100 - Reginaldo Rodrigues

Viva com alegria, renove-se, tenha fé, acredite, arrependa-se, desculpe-se, compartilhe, cultive carinho, amizade, amor. Assim seja...


RCEM, R100, Reginaldo Rodrigues

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Unipac Bom Despacho terá Curso de Oratória

 Atendendo a demanda, mais uma vez a equipe RCEM estará em Bom Despacho para realização do Curso de Comunicação e Expressão - Oratória. Será a segunda turma em 2011, já que a primeira, realizada em parceria com o Instituto Integrado de Gestão - IIG foi concluída com sucesso. Desta vez, o Curso acontecerá na Unipac Bom Despacho aos sábados do mês de Novembro, visando atender, dentre outras pessoas, aos estudantes da Instituição que não puderam participar da primeira turma às segundas-feiras. "Para mim é sempre uma satisfação retornar a Bom Despacho," disse Reginaldo Rodrigues, consultor que ministrará o curso. Atualmente o Curso está sendo ministrado também na Faculdade de Nova Serrana, para duas turmas.

domingo, 30 de outubro de 2011

O que é o sucesso


“Demorei seis meses para voltar a respirar normalmente”. Pode parecer uma frase de alguém que sofreu um acidente grave ou teve um AVC, mas não é, essa afirmação é de um amigo após passar pela separação da companheira de duas décadas. Neste período, segundo ele, sentia dores fortes e por duas vezes foi ao hospital sem que nada fosse constatado fisicamente através de exames. Bem resolvido financeiramente, é gerente de uma importante instituição financeira, tranquilo e estimado pelos amigos não conseguiu passar ileso por tal situação.

Pensei por alguns instantes no meu amigo, depois de assistir a um filme solitariamente em uma noite de domingo. Embora possa parecer estranho e incomum ir ao cinema sozinho, o período sabático impõe-nos algumas condições quando o assunto é relacionamento. Há alguns meses “sou de lugar nenhum” parafraseando a banda Titãs em uma das canções do início da carreira. Não tenho residência, um endereço, cada dia, cada noite em uma cidade diferente, hoteis diversos e assim as coisas vão acontecendo. O que é pior, estou acostumando-me a isso. Dizem que até as coisas consideradas ruins, viram hábito e acabamos por acostumarmos. 

Muitas pessoas fazem uma associação direta de uma vida familiar estável com o sucesso. Dessa premissa, eu e meu amigo Vicente seríamos pessoas fracassadas. Cabe aí uma análise sobre o que é o sucesso. Em sua opinião o que é o sucesso? Já parou para refletir sobre isso? Acredito ser essa uma questão pessoal. Para uns o sucesso é ter uma família e conviver rotineiramente e tradicionalmente com seus entes queridos. “Se você quiser construir uma relação amiga com seus filhos, terá que se dedicar a isso, superar o cansaço, arrumar tempo para ficar com eles, deixar de lado o orgulho e o comodismo. Se quiser um casamento gratificante, terá que investir tempo, energia e sentimentos nesse objetivo,” afirmou Roberto Shinyashiki em um de seus textos. Concordo que a harmonia de um lar é algo benéfico e agradável, desde que não submeta as pessoas a mediocridade de uma vida monótona de trabalhar, assistir televisão, comer, dormir e engordar, pensando que a vida encerra-se com o casamento e que isso é normal, que deve ser assim.

Paradoxalmente no mesmo artigo o escritor dá-nos, o que poderia ser outra versão para o sucesso. “Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho, sem sacrificar feriados e domingos pelo menos uma centena de vezes.  O sucesso é construído à noite! Durante o dia você faz o que todos fazem. Mas, para obter um resultado diferente da maioria, você tem que ser especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados. Não se compare à maioria, pois, infelizmente ela não é modelo de sucesso.” A busca constante de conhecimento e de trabalho, de satisfação pessoal através de uma estabilidade financeira, que às vezes nem vem, ou o simples fato de haver tentativa ou procura, podem causar a sensação de sucesso e bem estar. Sucesso então pode ser fama, dinheiro, reconhecimento ou a procura de tudo isso.

          Shinyashiki vai além, ao dizer que se você quiser atingir uma meta especial, terá que estudar no horário em que os outros estão tomando chopp com batatas fritas. Ele fala que para a obtenção deste sucesso deve haver planejamento enquanto os outros permanecem à frente da televisão, e trabalho enquanto os outros tomam sol à beira da piscina. “A realização de um sonho depende de dedicação. Muitos esperam que o sonho se realize por mágica, mas toda mágica é ilusão, e a ilusão não tira ninguém de onde está. Em verdade, a ilusão é combustível dos perdedores,” conclui.
 
O sucesso portanto começa dentro de cada um, de acordo com seus desejos e aspirações. Está na felicidade proporcionada pelo observar da beleza de uma simples pétala de rosa cair ou no balançar de um galho de árvore, no ver o voar de uma borboleta com suas cores e graça peculiares, ou na conquista do primeiro milhão, como buscam desesperados alguns profissionais americanos. Por mais que caiamos nas armadilhas da vida contemporânea e façamos a opção, às vezes involuntária, de relegarmos os relacionamentos ao segundo plano, não devemos permitir que a tal urgência vire uma paranoia de “tudo deve ser pra ontem”. Devemos produzir, executar, fazer, sempre com qualidade e emoção, carinho e paixão, para que os resultados sejam significativos em todos os sentidos. O êxito é o resultado final satisfatório, isso é o sucesso. 

Se algumas pessoas ficarem pelo caminho neste seu percurso, reconheça o valor de cada uma delas em determinado momento. Não pense que o seu percurso é mais importante que o dela, afinal de contas você também terá ficado pra trás no caminho que ela está percorrendo. Acima de tudo não deixe marcas negativas, elas nada têm de dignificantes. Sobre, de fato, o que é o sucesso, grandes pensadores já fazem tal questionamento há séculos sem uma resposta conclusiva, portanto certamente também não era nossa intenção esgotar o tema, seria muita pretensão. Independente de qual significado tenha, que você o encontre, ou pelo menos busque com dedicação. Para chegar ao sucesso é preciso querer, planejar e ir ao encontro de um objetivo.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Concorrentes homenageiam Steve Jobs

Nem mesmo toda concorrência foi capaz de evitar que os CEOs das maiores empresas do mercado reconhecessem o talento e prestassem uma homenagm a Steve Jobs, que morreu nesta quarta-feira (5). Nomes como Bill Gates, Mark Zuckerberg e muitos outros deram declarações lamentando a morte de um dos maiores gênios da tecnologia de todos os tempos.

Maçã da Apple com silhueta de Steve Jobs (Foto: Reprodução)

Veja abaixo as principais declarações após a morte de Steve Jobs:

Bill Gates (Presidente da Microsoft): "Estou verdadeiramente triste por saber da morte de Steve Jobs. Melinda e eu estendemos nossas sinceras condolências à sua família e amigos, e a todos que Steve tocou através de seu trabalho.
Steve e eu nos conhecemos há quase 30 anos, e fomos colegas, amigos e concorrentes ao longo de mais de metade de nossas vidas.
O mundo raramente vê alguém com o profundo impacto que Steve teve, cujos efeitos serão sentidos por muitas gerações.
Para aqueles de nós com sorte suficiente para trabalhar com ele, foi uma honra insanamente grande. Vou sentir falta de Steve imensamente."

Steve Ballmer (CEO da Microsoft): “Quero expressar minhas profundas condolências pelo falecimento de Steve Jobs, um dos fundadores da nossa indústria e um verdadeiro visionário.
Meu coração está com sua família, todos na Apple e todos que foram tocados por seu trabalho.”

Gee-Sung Choi (CEO da Samsung): "O presidente [executivo] Steve Jobs apresentou inúmeras mudanças revolucionárias para a indústria de tecnologia da informação e foi um grande empresário.
Seu espírito inovador e suas realizações notáveis ​​serão para sempre lembradas por pessoas ao redor do mundo".

Eric Schmidt (CEO da Google): "Steve definiu uma geração de estilo e tecnologia que é pouco provável de ser acompanhado de novo. Steve foi tão carismaticamente brilhante que inspirou as pessoas a fazerem o impossível, e ele será lembrado como o maior inovador da história da computação."

Sergey Brin (Co-fundador da Google): "Desde os primeiros dias do Google, sempre que Larry [Page] e eu buscávamos inspiração para visão e liderança, não precisávamos olhar para além de Cupertino. Steve, sua paixão pela excelência é sentida por todos que já tocaram um produto da Apple (incluindo o MacBook com o qual estou escrevendo isto agora). E eu testemunhei isso pessoalmente nas poucas vezes em que nos encontramos.
Em nome de todos nós do Google, e mais amplamente, na tecnologia, você fará muita falta. Minhas condolências à família, amigos e colegas na Apple."

Howard Stringer (CEO da Sony): "The digital age has lost its leading light, but Steve's innovation and creativity will inspire dreamers and thinkers for generations."

Mark Zuckerberg: "Steve, obrigado por ser um mentor e um amigo. Obrigado por mostrar que você o que você constrói pode transformar o mundo. Vou sentir sua falta."
Declaração de Marck Zuckerberg no Facebook sobre a morte de Steve Jobs (Foto: Reprodução/TechTudo)
Dick Costolo (CEO do Twitter): "Raramente, alguém vem não apenas levantar a barra [expressão que significar "aumentar as exigências"], eles criaram um inteiramente novo padrão de medição."

Steve Bezos (CEO da Amazon): "Steve foi um professor para alguém prestando atenção, e hoje é um dia muito triste para todos que se preocupam com a inovação e alto padrão."

Os presidentes Barack Obama, dos Estados Unidos, e Dmitri Medvedev, da Rússia - que ganhou um iPhone 4 de Steve Jobs um dia antes do lançamento do aparelho - também prestaram homenagem ao fundador da Apple.

Barack Obama: "Michelle e eu estamos entristecidos ao sabermos do falecimento de Steve Jobs. Steve estava entre os maiores inovadores americanos - corajoso o suficiente para pensar diferente, audaz o suficiente para acreditar que era capaz de mudar o mundo, e talentoso o suficiente para fazê-lo.
Ao construir uma das empresas mais bem sucedidas do mundo de sua garagem, ele exemplificou o espírito da criação americana. Ao transformar os computadores em pessoais e ao colocar a internet em nossos bolsos, ele fez a revolução da informação não apenas acessível, mas intuitiva e divertida. E ao voltar seus talentos para a arte de contar histórias, ele trouxe alegria a milhões de crianças e adultos. Steve gostava de dizer que ele vivia cada um de seus dias como se fosse o último. Por fazer isso, ele transformou nossas vidas, redefiniu indústrias inteiras, e atingiu um dos mais raros feitos da história da humanidade: ele mudou o jeito de ver o mundo de cada um de nós.
O mundo perdeu um visionário. E não haverá tributo maior ao sucesso de Steve que o fato de que muitos de nós fomos informados de seu falecimento por meio de um aparelho que ele inventou. Michelle e eu enviamos nossos pensamentos e preces à mulher de Steve, Laurene, sua família e todos aqueles que o amavam".

Dmitri Medvedev: "Pessoas como Steve Jobs mudam o nosso mundo. Minhas sinceras condolências aos seus parentes e a todos que apreciavam sua inteligência e talento."

Fonte: Site Tecktudo

História de Steve Jobs - Quem foi Steve Jobs - iPod - iPhone - iPad - Apple



Steve Jobs, pioneiro executivo do conceito de computadores pessoais e co-fundador da Apple, morreu nesta quarta-feira (5), aos 56 anos, segundo comunicado da companhia. Nos últimos anos, Jobs introduziu os gadgets iPod, iPhone e iPad no mercado, aparelhos que mudaram o modo de se consumir conteúdo na era digital. Nascido em São Francisco, em 24 de fevereiro de 1955, Steven Paul Jobs foi um dos maiores empresários e inovadores tecnológicos de todos os tempos. Conhecido pelo perfeccionismo e pela excentricidade, Jobs foi um visionário que revolucionou o modo de se consumir tecnologia no mundo atual.

Trabalho na PixarEm 1985, Jobs foi forçado a deixar a Apple pelo Conselho de Administração da companhia, e fundou uma outra empresa de computadores, a NeXT. Em 1986, comprou a Pixar da Lucasfilm, que anos mais tarde ficou famosa por uma nova linguagem de animação 3D.
Na década de 1990, a Pixar, ainda sob liderança de Jobs, produziu o primeiro filme infantil totalmente animado por computador, Toy story. Posteriormente, em 2006, a Walt Disney Company adquiriu a Pixar e, atualmente, o Disney/Pixar é o maior estúdio de filmes animados do mundo.

Retorno à Apple
Em 1996, a Apple, que estava desenvolvendo um novo sistema operacional, comprou de Steve Jobs a NeXT Computer para poder utilizar o NeXTStep como base para o seu novo sistema operacional.
Com esta operação, em 1997,Jobs retornou à empresa que ele fundou, desta vez, como consultor. A companhia, entretanto, estava numa situação financeira frágil, a ponto de fechar. As soluções para salvá-la foram a venda de 40% das ações à rival Microsoft e a introdução do inovador iMac, em 1998, com o novo sistema operacional Mac OS 9. Com o passar dos anos, a Apple readquiriu as ações da Microsoft.
Sob a orientação de Jobs, a Apple aumentou suas vendas significativamente por conta das inovações. O iMac foi o primeiro computador do mercado com várias características diferenciadas, especialmente seu design inovador e o material utilizado.
A partir de então, a cor padrão para computadores (bege) foi sendo deixada de lado e muitos fabricantes passaram a usar outros tipos de material nos produtos de informática em geral. Desde o sucesso arrebatador do iMac, Jobs continuou trabalhando muito em ideias criativas deste nível, e obtendo sucesso de vendas com elas.

iPod, iPhone e iPad
Uma de suas inovações mais significativas foi ramificar a Apple para além de seu mercado restrito da informática, passando a atuar na área de eletrônica, telecomunicações e músicas digitais.
Nesse campo de atuação, Jobs lançou, em 2001, o tocador portátil de música iPod, integrado com sua loja de venda legal de música pela internet através do iTunes, um software dedicado para reprodução de áudio, vídeo, CDs e de rádios online. O iPod conquistou o público e foi um sucesso absoluto de vendas por sua leveza, praticidade, modernidade e simplicidade.
Em 2007, a Apple passou a comercializar telefones celulares, chamados de iPhone, com tecnologia touchscreen e, em 2008, lançou a versão de tecnologia 3G do aparelho, iPhone 3G. Em julho de 2009 lançou o iPhone 3gs (speed), com comando de voz e muito mais rápido que os modelos anteriores. Em junho de 2010, a Apple lançou o iPhone 4. Nesta terça-feira (4) foi introduzido no mercado o iPhone 4S.

Renúncia à presidência da Apple e a doença
O fundador da Apple sempre foi muito cuidadoso com as informações da vida pessoal.  Por isso, a luta do executivo contra o câncer no pâncreas foi tratada com muito sigilo, dando margem a uma infinidade de boatos.
No entanto, seu estado físico foi se deteriorando com o passar dos anos. Jobs teria se submetido a um transplante de fígado em 2009 para combater a disseminação do tumor. Ele nunca divulgou publicamente o motivo para seu transplante de fígado.
Em agosto deste ano, Jobs renunciou novamente à presidência da Apple - fato que já havia ocorrido em 2009. Ele escolheu o executivo Tim Cook como o sucessor no cargo.

Fonte: Jornal do Brasil/Wikepedia

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Parceria com a CDL e Faculdade viabiliza Curso de Oratória em Nova Serrana

O curso de Comunicação e Expressão em Nova Serrana será na faculdade. A RCEM fechou parceria com a Faculdade de Nova Serrana - FANS para realização do Curso de Oratória que acontecerá no mês de Outubro. Serão duas turmas, sendo uma às segundas-feiras e a outra aos sábados com o apoio da CDL de Nova Serrana, Jornal O Popular, Rádio 96 FM, Restaurante Velho do Taipa, Panificadora Recanto do Sabor e Direcon Consultoria. Outras informações podem ser obtidas na CDL pelo telefone 3226 2271 ou pelo 9943 3660. "Mesmo já tendo feito vários trabalhos em Nova Serrana, este Curso será a primeira vez", diz Reginaldo Rodrigues.

sábado, 10 de setembro de 2011

Vídeo RCEM e Trilha Produções - Cláudio 100 anos - Centenário de Cláudio - Cláudio MG

Vídeo especial, produzido pela Rodrigues Comunicação e Marketing - RCEM e Trilha Produções, alusivo ao Centenário da cidade de Cláudio.

Equipe RCEM trabalha no projeto do novo site

 O novo site da Rodrigues Comunicação e Marketing está em fase de construção. Seguindo o layout adotado pela empresa para as outras mídias, o site será moderno e totalmente interativo, na linha de valorização das redes sociais, já que as mesmas são hoje importantes ferramentas mercadológicas. "Não há como fugir deste modelo, a empresa que ignorar as Redes Sociais, estará fora do mercado em um curto espaço de tempo. O site será mais leve que o anterior, mais dinâmico, moderno e de fácil navegação. Nosso Web Designer "Small Júnio" é um grnade pesquisador e entendedor das tendências nesta área, por isso afirmo categoricamente que o trabalho ficará à altura do que nossos parceiros e clientes esperam." diz Reginaldo Rodrigues, diretor da RCEM.


domingo, 28 de agosto de 2011

O nó da gravata

Havia vinte minutos que estava naquela luta com a gravata. Como é que eu não conseguia dar um nó, ato que repetia quase todos os dias? Era a pressão do tempo. Quando comecei minhas tentativas já estava quase quinze minutos atrasado para iniciar a aula. Como deixara isso acontecer? Logo eu que sempre me preocupo em ser pontual, falo rotineiramente sobre isso em todas as oportunidades que tenho. Semana passada mesmo, fui contundente ao palestrar sobre Marketing Pessoal na Faculdade Pitágoras. “É inadmissível se atrasar para um compromisso profissional”, afirmei. 

No entanto estava ali, naquela luta desesperada com uma simples gravata. Minha secretária, desesperada tentava justificar o injustificável para o público dizendo que eu já estava quase pronto para iniciar. Fazia isso e vinha ao meu auxílio com a “maldita gravata”. Eu rejeitava a ajuda, haveria de conseguir. Estranhamente minha então esposa estava como minha secretária naquele dia e já manifestava seu descontentamento comigo, à beira de um ataque de nervos. Inaceitável. Eu atrasado. Minha habitual calma se transformou em terror diante da minha incapacidade de resolver o problema. Sim, estava aterrorizado, pois experimentava uma gravata não conseguia dar o nó, tentava outra e nada. Por quê? E havia muitas gravatas lá, pelo menos seis e o nó não funcionava. Quando pensava ter conseguido ele desmanchava e o sofrimento aumentava. 

Quarenta minutos depois do horário, e nada. Intolerável, eu não aceitaria tal atraso se tivesse esperando. Os alunos que já estavam impacientes chegavam próximos da porta do banheiro para saber o que estava acontecendo. Praguejando, fechei com o pé a porta, que estava aberta. Acontecer isso justamente no primeiro dia de curso em uma cidade onde nunca havia ido. Peguei a gravata preta, embora só a usasse em reuniões da maçonaria resolvi fazer a tentativa. Também não deu. Nisso ouço lá fora: “Onde estão o púlpito, equipamento de som, microfone, câmera, telão... que o cara da rádio falou que tinha?” Não acredito! Mais essa, não havia nada montado ainda. Sempre chego pelo menos meia hora antes para testar o equipamento, que geralmente o pessoal deixa preparado, mas justamente o dia que chego atrasado deixaram tudo pra eu montar. As pernas tremiam, o estômago doía, o coração disparava. O que fazer? 

De repente olhei no espelho e... a barba crescida. Que descuido, esqueci de me barbear. Peguei a gravata laranja, a mais feia que tenho, até hoje me pergunto como pude comprar aquilo. Nada. Mas tinha certeza que estava fazendo tudo certo e os nós desmanchavam. Nossa! Faltando dez para as oito. Deveria ter começado às sete. “Quero meu dinheiro de volta”, ouvi. Naquele momento seria capaz de fazer qualquer coisa por uma gravata de zíper, as mesmas que usei há uns vinte anos em ocasiões especiais, quando não tinha o hábito nem a necessidade de usá-las profissionalmente. Era simples e rápido, e daí se eram feias? Não estaria passando por aquele vexame. “As pessoas estão indo embora, não precisa sair mais.” Disse minha então esposa e secretária. Molhado de suor, lívido, desesperado, totalmente transtornado.... acordei. Ufa que pesadelo!

Instituto Integrado de Gestão sediará Curso de Oratória em Bom Despacho


No mês de setembro, a Rodrigues Comunicação e Marketing - RCEM, em parceria com o Instituto Integrado de Gestão, realizará pela primeira vez o Curso de Comunicação e Expressão na cidade de Bom Despacho. Todas as informações acerca do evento podem ser obtidas no local ou pelo telefone. Veja outros detalhes na imagem ampliada. "É uma satisfação muito grande trabalhar em uma cidade que tem como slogan "Cidade Sorriso", só posso estar feliz." Afirmou Reginaldo Rodrigues. O Curso de Oratória de Bom Despacho tem o apoio do Instituto de Gestão de Bom Despacho, Jornal Fique Sabendo, Rádio Ativa FM. Eldorado Restaurante e Pizzaria, Panificadora Nhac Bom e Gráfica Ingrabom.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Ética? E eu com isso...

O meu amigo, jornalista Roney Lobato, iniciou um artigo em um determinado momento suscitando-nos a uma reflexão. Devolveria o troco que, por ventura, a funcionária do caixa teria lhe dado errado, se você tivesse percebido o erro? Ou faria de conta que não tivesse visto? Entregaria ao dono uma possível mala de dinheiro, encontrada na rua, se você soubesse de quem ela era? São perguntas para muitas pessoas difíceis de serem respondidas nos dias de hoje. Isso, porque o famoso “jeitinho brasileiro”, aliado à degradação dos princípios éticos tem falado mais alto no cotidiano do nosso povo. Pela escrita do autor, esse comportamento seria algo cultural no Brasil, tanto é que em outro trecho do mesmo artigo ele cita exemplos de pessoas que se tornaram notícia pelo fato de devolverem malas de dinheiro ou bens de valor considerável aos seus respectivos donos. Deveria ser regra, mas é exceção. Os valores confundem-se e não temos mais certeza do que é correto e do que não é, do que é ético e do que é antiético e assim por diante.

No ambiente corporativo vemos e ouvimos vez por outra que um determinado profissional foi demitido, pois era suspeito de espionagem ou tráfico de informações. Diz a lenda que Bill Gates trabalhou na Apple, roubou ideias e segredos para em seguida fundar a Microsoft. Certa vez Steve Jobs sobre isso disse: "Como eu me sinto com Gates ficando rico com as ideias que tivemos... bem, a meta não é ser o homem mais rico do cemitério". Outro caso “famoso” é o da Coca-Cola que teve acesso a segredos de estratégias de vendas e marketing da rival Pepsi. A marca Pepsi era franquia do grupo argentino Baesa e tinha como objetivo aumentar sua participação no mercado brasileiro de refrigerantes, controlado pela Coca-Cola, que dominava cerca de 50% das vendas, comparado com 6% da Pepsi. A Baesa tinha como objetivo chegar a 30% de participação no mercado em poucos anos. Foi descoberto que um técnico de som gravou reuniões da Baesa e entregou as fitas das conversas à Coca-Cola, que ficou sabendo de todos os planos estratégicos da Pepsi, podendo assim tomar as medidas adequadas para se prevenir. A Pepsi, que conseguiu aumentar as vendas no começo para 8% do mercado, despencou para 4% em tempo muito curto e depois de seis meses o grupo Baesa vendeu a franquia da Pepsi para a Brahma.

Poderíamos citar vários outros casos envolvendo marcas conhecidas. Reduzindo a discussão para micro-ambientes, um conhecido meu tem uma fórmula de molho especial para sanduíches, que não conta nem para a esposa. Mesmo no período em que não atuava no segmento de alimentação, agora voltou, divulgou a tal receita. Outro exemplo parecido, empresário do setor de veículos, um amigo de longa data, descobriu, não sei como, um jeito de fazer doce de leite sem a adição de açúcar. Foi inclusive entrevistado em programas de Tv onde os jornalistas tentaram de todas as formas, sem sucesso, extrair o segredo. Posso garantir que o doce é uma delícia.

Mas onde queremos chegar, de maneira objetiva, com essa discussão? O objetivo é saber, ou propor uma reflexão, sobre até que ponto é interessante repassarmos os conhecimentos aos nossos funcionários e estagiários. Um autor, não me lembro o nome, afirmou que o conhecimento não vale absolutamente nada se não puder ser compartilhado. Por outro lado uma antiga professora minha do curso Gestão Estratégica em Marketing disse que devemos ensinar o “pulo do gato” e não o “puuuuuuuulo do gato”, ou seja, nunca ensine tudo sob pena de criar um concorrente futuro.

Em época de concorrência desleal e acirrada é sempre prudente tomar certos cuidados. Os valores estão distorcidos, as pessoas não se respeitam e não existe consideração para com o outro, como afirmou Lobato em seu artigo. Hoje você estende a mão, apoia, ensina, ajuda, e amanhã poderá ser surpreendido com uma sonora bofetada. Pior, isso é normal. Por mais que saibamos disso, é difícil aceitar tal comportamento, considerado uma traição. Mesmo saindo do padrão clássico da traição, que remete-nos ao adultério, atitude assim pode ser tão dolorida e sofrida quanto. Mas o mercado é frio, pessoas são calculistas por estarem neste contexto. Embora simpatize mais com a teoria do citado autor desconhecido, não dá para desprezar a opinião da minha “querida e velha professora” Ruth.

Reginaldo Rodrigues e Ricardo Rabelo na Rádio Nova FM

Reginaldo Rodrigues e Ricardo Rabelo no estúdio da Nova FM em Divinópolis

Rádio Minas: Reginaldo Rodrigues concede entrevista ao jornalista Sílvio França

Reginaldo Rodrigues e Sílvio França no estúdio da Rádio Minas em Divinópolis

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Marketing Pessoal 6 - Regras de etiqueta

Apesar de muita hipocrisia em torno do tema, a dita etiqueta deve ser considerada em todos os momentos, pois é também de extrema relevância dentro do Mix Marketing Pessoal. Podemos definir regras de etiqueta como um conjunto de normas a serem seguidas para uma melhor convivência em um determinado grupo. Estamos falando de normas e procedimentos aceitos pela maioria. Portanto as regras de etiqueta estão relacionadas totalmente às tradições e culturas.

Como nossa abordagem é mercadológica, vamos nos ater aos ambientes coorporativos, não que os outros não sejam importantes. Algum dos tópicos abordados aqui pode parecer óbvio ululante, mas há de ser mencionado, por exemplo: as roupas utilizadas na empresa devem estar em total sintonia com o ambiente. Mesmo que o uso do uniforme não seja adotado, use roupas discretas. O tom de voz deve ser moderado, e altas gargalhadas nem no horário de café. Falando nisso não se esqueça que a mesa do escritório não é mesa de jantar, portanto refeições ou lanches devem ser feitos na copa, cozinha ou refeitório, tente imaginar a chegada de um cliente ou parceiro da empresa e você de boca cheia.

A especialista em etiqueta, Célia Leão, diz que não é deselegante dizer não ao chefe quando o mesmo desejar atribuir mais tarefas quando você já custa dar conta das que já têm. Mas tem que ser com muito cuidado, pois sempre tem alguém de olho na sua vaga. Para dizer o não, enumere todas as tarefas que já tem, o tempo gasto em cada uma delas, e argumente. Ela diz ainda que não é aconselhável atender o celular do colega ausente, a não ser que tenha autorização, como não se deve entrar em assuntos que não são da sua alçada nem participar de conversas inadequadas. Não faça corpo mole diante das tarefas, pois assim correrá sério risco. Falando nisso, a grande vilã das empresas tem sido a internet, e por isso mesmo motivo de muitas demissões. Embora possa parecer tentador em determinados momentos, limite-se a usar a “net” somente para assuntos profissionais.

O Juiz Trabalhista do Rio Grande do Sul, Jorge Alberto Araújo afirma que o acesso a sites de relacionamento, como o Orkut, por exemplo, nos terminais da empresa podem ocasionar advertência, suspensão e até demissão por justa causa numa reincidência.  Vários outros pequenos gestos podem fazer uma grande diferença. Certa vez, embora não seja minha área, mas atendendo uma solicitação do cliente, fiquei responsável por selecionar uma equipe para uma das filiais da empresa. Dentre os bons candidatos, escolhi um que tomou água e fez questão de lavar o copo e recolocá-lo no lugar, acabou sendo um critério para a contratação, associado a outros atributos, claro. Reaproveite tudo o que pode ser reaproveitado na empresa, o chefe observa. Mantenha o seu ambiente limpo e arrumado, cuide do equipamento e material como se fossem seus, essas ações podem definir uma promoção.

Portanto, não faca mais “aquela cara” que provavelmente você faz diante de futilidades, quando aparecer na televisão a Glória Kalil falando sobre boas maneiras no convívio social. Na maioria absoluta das vezes a prática da etiqueta nada mais é do que respeitar o espaço e o direito do outro, é ser educado. Vale para quem quer um lugar no mercado e para aqueles que se preocupam com a manutenção do cargo. E para minha caixa de e-mails encher de mensagens de escárnio, vou ousar até indicar um livro da especialista Célia Leão: Boas maneiras de A a Z. Acesse os artigos anteriores sobre Marketing Pessoal no nosso Blog. O próximo será o último artigo da série.

Como falar bem em público - Como falar de improviso - Como perder o medo de falar em público

Reginaldo Rodrigues explica neste vídeo como falar de improviso. O Professor afirma que não existe fala de improviso, e sim um roteiro mental já previsto independente da situação. Reginaldo Rodrigues mostra o roteiro para se sair bem nestas situações.


domingo, 12 de junho de 2011

Principais Redes Sociais do Brasil - Ranking das Redes Sociais no Brasil


Com a ascensão das mídias sociais no país não faltam matérias, notícias e pesquisas a serem publicadas sobre o tema abordando o comportamento sociável do brasileiro adepto às novas tecnologias. Muito se fala em números e pouco se fala em teoria. Partindo dos pressupostos teóricos, quais seriam as maiores redes sociais on-line no Brasil por número de usuários ativos?

Segundo pesquisa feita pelo Ibope e publicada pela Revista Época, o Top 10 Brasil seria:

1 - MSN * com 27.4 milhões
2 - Orkut  com 26 milhões
3 - Youtube com 20 milhões
4 - Twitter com 9.8 milhões
5 - Facebook com 9.6 milhões
6 - Skype * com 5 milhões
7 - FormSpring * com 4 milhões
8 - Flickr com 3.5 milhões
9 - Ning com 3 milhões
10 - Sonico com 2 milhões

Estas ferramentas são redes sociais on-line? Vamos às questões a serem debatidas:

Em primeiro lugar, a pesquisa publicada na época se refere ao número de usuários brasileiros no MSN como “comunicador instantâneo, concorrendo com ICQ e Gtalk”. Portanto, não estaria ela se referindo ao site de rede social Windows Live Messenger, perdendo o posto para o Orkut. Parecem mas não são. O Skype não configura um site de rede social e, sim, um comunicador instantâneo como MSN. E o Formspring, por sua vez, seria uma espécie de FAQ 2.0 ou um aplicativo integrado às redes sociais. Mas por que não configuram?  

Vejamos as características dos sites de redes sociais on-line conforme a teoria (Boyd & Ellison, 2007): 

• Capacidade de criar um perfil
• Exibição da rede de cada usuário
• Capacidade de compartilhamento de informações

Sendo assim, quem entrou e quem saiu do ranking de maiores redes sociais on-line no Brasil:

Orkut – 26 milhões
Youtube – 20 milhões
Twitter – 9.8 milhões
Facebook – 9.6 milhões
Yahoo Respostas – 5.5 milhões
Flickr – 3.5 milhões
Ning – 3 milhões
Sonico – 2 milhões
Myspace – 1,5 milhão
LinkedIn – 1,5 milhão

Fonte: Blog Blinderlandia

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Com o apoio da ACIASAM e da Prefeitura, RCEM realiza Curso em Samonte

A cidade de Santo Antônio do Monte receberá nos meses de junho e julho o Curso de Comunicação e Expressão, que acontecerá no Centro Turístico e Cultural - CETUC. As principais abordagens do Facilitador Reginaldo Rodrigues serão: A origem da oratória e da retórica, como fazer uma leitura em público, exercícios para melhorar a dicção, como apresentar projetos, postura correta diante da plateia, como encantar os ouvintes, como se posicionar diante do microfone, como conceder uma entrevista, como se posicionar diante das câmeras, como preparar e ministrar palestras, como falar de improviso, como portar-se na tribuna e dicas para fazer um cerimonial. O curso terá o apoio da Prefeitura Municipal de Santo Antônio do Monte, ACIASAM, CDL, Gramol, Frigideira Mineira, Casa do Pão e Elo Sports. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 37 3281 2411.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Como comprar na Internet - Cuidados para comprar na Internet - Dicas para fazer compras na Internet

1 - Antes de fechar a compra, faça pesquisa no site do Procon da sua região e de outros lugares para verificar se a empresa tem registro de reclamações;
2 - Desconfie de preços abaixo da média do mercado;
3 - Verifique no site registro.br os dados da empresa, tais como, razão social, endereço e CNPJ. Se o domínio for ".com" ou ".net", verifique onde o site está hospedado através dos seguintes sites: whois.domaintools.com, who.is, whois.com. Fique atento se o site estiver hospedado fora do Brasil;
4 - Desconfie de sites que exigem depósito em conta corrente de pessoas físicas ou depósitos em caderneta de poupança;
5 - Consulte as redes sociais para verificar se existem registros de reclamações;
6 - Guarde todos os dados das compras: o nome do site, itens adquiridos, valores pagos, número do protocolo da compra ou pedido;
7 - Exija sempre nota fiscal da compra.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Como administrar seus e-mails

Administrar o fluxo excessivo de e-mails é um desafio para o profissional hoje em dia. Veja algumas dicas importantes:

  1. Antes de tudo, selecione e apague todos os spams recebidos na caixa de entrada, eles só atrapalharão sua leitura;
  2. Deixe na caixa de entrada somente assuntos pendentes de resposta ou solução;
  3. Assim que responder retire-o da caixa de entrada e arquive-o em pastas e sub-pastas para facilitar a localização futura;
  4. Apague e-mails com anexos pesados e além de tudo que forem irrelevantes;
  5. Mantenha backup de suas pastas em um local seguro;
  6. Bloqueie e-mails de correntes, PowerPoint e outros no seu e-mail profissional;
  7. Tenha o alvo de manter na caixa de entrada a quantidade de e-mails que pode ser visualizada sem utilizar a barra de rolagem;
  8. Se não poderá responder prontamente, dê um feedback de recebimento informando que fará em breve;
  9. Tome por hábito escrever seus e-mails em até cinco linhas e peça aos outros que façam o mesmo ao escrever-lhe;
  10. Não copie pessoas desnecessariamente outras pessoas e solicite o mesmo a elas.

Fonte: Anderson Ernandes - Administradores.com

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Logotipo da Costa Rodrigues Empreendimentos da cidade de Cláudio

A cidade de  Cláudio em Minas Gerais é uma das mais promissoras do interior do estado. Com o progresso da cidade, crescem as pessoas e as possibilidades se tornam reais para todos que nela habitam ou ela frequentam e ou trabalham. É neste contexto que surge a Costa Rodrigues Empreendimentos, que certamente irá agregar muito valor à "cidade carinho" através de projetos sérios e consistentes. Para outras informações acesse o site www.costarodrigues.com.br.

RCEM cria identidade visual do Alphaville Residencial em Cláudio MG

A cidade de Cláudio terá em breve o mais confortável e agradável de seus espaços. Trata-se do Alphaville Residencial que em breve será lançado oficialmente. A RCEM é responsável pela comunicação desse arrojado projeto. Clique na imagem para ver o logotipo ampliado.

domingo, 10 de abril de 2011

Vou plantar girassois


Ficava pensando no que poderia motivar minha amiga a querer plantar girassois nas terras dos seus pais. Seria a produção de biodiesel, ou óleo da semente? Dizem que é muito saudável, saboroso e rico em vitamina E. Outros dizem que pode ser benéfico para todo o organismo, já que atuaria de maneira preventiva, aumentando o nosso equilíbrio e curando muitas moléstias. Indicado para tratar problemas como dores de cabeça, bronquite, dor de dente, tromboses, artroses, eczemas, úlcera de estômago, problemas intestinais, cardíacos, renais, encefalite e diversas doenças da mulher. Seria possível também tonificar o sistema circulatório, nervoso, digestivo e respiratório, prevenindo doenças crônicas através do bochecho com o tal óleo. É. Pelo jeito é fabricado por Deus em pessoa dada sua capacidade de cura.
Apesar de escritos falando sobre o estudo feito por um cientista russo acerca da eficácia do milagroso óleo, não creio ser essa a razão do entusiasmo da minha colega. Fui entender isso ao fazer uma viagem “pelas bandas” do sul de Minas e ver um imenso terreno e suas lindas flores a perder de vista. Poucas vezes vi algo tão bonito, parecia um grande tapete verde e amarelo esperando alguém para deitar e rolar. Realmente inspirador. Qualquer pessoa com um mínimo de sensibilidade, que visse, ficaria imediatamente tentada a plantar girassol em todos os terrenos que tivesse à disposição.
Mas o simbolismo da magnífica planta vai muito além. Originária aqui mesmo, na América, foi considerada o símbolo do novo milênio e em muitos países tem significado místico. Mas sem dúvida a associação mais interessante é aquela feita ao sucesso, sorte e felicidade, afinal de contas é isso que buscamos em cada uma das ações em todos os momentos de nossas vidas. Qualquer coisa que possa ser associada à alegria não pode ser ruim.
Essa associação positiva deriva do próprio nome, pois se movimenta a favor do sol em constante giro. Dessa forma absorve muita energia solar, daí, o sentido de calor, nutrição e poder atribuído à planta. O giro de acompanhamento a posição do sol só é interrompido quando atinge a fase adulta, de amadurecimento, nesta fase se direciona ao nascente até seus últimos dias. Até o ciclo de vida é poético.
Mesmo escrevendo essencialmente sobre Comunicação e Marketing, às vezes, de acordo com o momento da escrita, com o local e outras variáveis, navegamos por outras áreas. O cotidiano é de fato interessante, e autores motivacionais dizem que a felicidade pode ser encontrada nas pequenas coisas e ações. Ademais quer Marketing Pessoal melhor do que felicidade? Se ganhar uma Helianthus (Helio – sol e anthos – flor), vem do grego, pode ficar feliz, pois certamente quem deu o presente considera você uma pessoa com liderança natural e extrovertida. Sorria!

segunda-feira, 21 de março de 2011

Reginaldo Rodrigues ministra curso na Casa da Cultura em Oliveira

Outdoor na entrada da cidade de Oliveira anuncia o Curso da RCEM
Em parceria com a Casa da Cultura, a RCEM ministra nos meses de Março e Abril, o Curso "Falando em público e encantando pessoas  na cidade de Oliveira. A primeira vez que o Curso foi ministrado na cidade foi há quatro anos. O evento será às terças-feiras, sendo cinco seguidas, de 18 às 22h. A turma já está fechada, e, pela demanda, provavelmente haverá uma segunda turma aos sábados.

sexta-feira, 18 de março de 2011

Como usar o Twitter - Como fazer um Twitter - O que é o Twitter

  1. Crie um nome que seja referente a você ou a empresa, até tenha mais de um twitter para assuntos diferentes.
  2. Adicione seu endereço de twitter na sua assinatura de email, no seu site e blogger.
  3. Repita as informações postadas depois de algumas horas, ninguém ve tudo a todo momento.
  4. Saiba o melhor horário para postar e quando seus seguidores estão conectados.
  5. Tenha seguidores “apóstolos” ou comunicadores. Eles irão divulgar seu trabalho.
  6. Mostre seu twitter, como se fosse um cartão de visita da sua empresa. Se a pessoa tiver interesse, vai de adicionar.
  7. Busque contatos com base em grupos de interesses. (Conselhos de classe, comunidades de empreendedores).
  8. NÃO ESCREVA TUDO EM MAIÚSCULO! Isso faz parecer que você grita com o seguidor.
  9. Use ferramentas do twitter: No Futuretweets.com, você consegue agendar os seus tweets quando não pode estar presente ou ferramentas para buscar assuntos a ver com seu twitter.
  10. Você somente terá retweets após uma certa quantidade de seguidores, geralmente está na casa dos 2% de pessoas que “retweetam” algo. Isso ainda depende do assunto\horário também.
  11. Foque um assunto no seu twitter, posts variados dão a impressão que você não sabe o que quer.
  12. Quantidade de seguidores não é referencial, melhor ter qualidade do que quantidade, hoje se consegue seguidores até pagando por eles.
  13. Use Hashtags! Palavras que entram nas buscas de assuntos Exemplo diadocliente
  14. Retweete com moderação.
  15. Faça promoções com brindes para conseguir divulgação do seu twitter e premiar seus seguidores mais assíduos.
  16. Crie lista de assuntos e siga listas.
  17. Agradeça os retwets, principalmente poste os elogios no agradecimento, o que os outros falam de você tem um valor 1000 vezes maior do que o que você diz sobre sua empresa.
  18. Cite outras pessoas no twitter com as frases ou comentários, isso conta pontos.
  19. Não poste coisas pessoais no seu twitter, nem frases sem sentido ou desabafos. Twitter não é orkut.
  20. Inclua link’s que direcionem para o seu blogger ou site.

    Fonte: administradores.com

      segunda-feira, 14 de março de 2011

      Equipe Sicoob Copermec e Reginaldo Rodrigues

      A equipe Sicoob Copermec recebe o certificado da RCEM

      Cada um dos membros da equipe do Sicoob Copermec apresentou  um trabalho ao final do Curso de Oratória, em seguida receberam o certificado de conclusão. A segunda turma do curso "in company" na Instituição já está em andamento. No mês passado a RCEM realizou o curso em parceria com o Centro Vocacional Tecnológico - CVT em Itaguara, os próximos serão na Casa da Cultura em Oliveira e na Dinâmica em Divinópolis.

      Veja mais fotos clicando no link: 
      http://www.flickr.com/photos/44734914@N08/

      quinta-feira, 10 de março de 2011

      Asimec realiza Curso Gestão de Negócios

      A RCEM criou a comunicação visual para o Curso Gestão de Negócios.
      Clique na imagem para vê-la ampliada e conferir o conteúdo programático do curso.

      terça-feira, 1 de março de 2011

      Comunicação visual da Rádio Mult FM e da J&A Uniformes

      A J&A Uniformes é uma das principais empresas do setor no centro-oeste mineiro. A empresa está localizada em Divinópolis e contratou a RCEM para criar a nova marca.
      A Rádio Mult FM é atualmente a emissora de mais audiência em Dores do Indaiá, equipe RCEM criou projeto visual.

      segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

      Marketing Pessoal (5) - O poder da imagem

      Se você está acompanhando nossa série de artigos sobre Marketing Pessoal acredito que já está desenvolvendo outras aptidões que não as técnicas. Acertei? Recebo diariamente diversos e-mails de leitores que inclusive guarda os artigos. Obrigado. Não se esqueça que o tempo corre contra você, se ainda está parado saiba que existem vários concorrentes seus que estão em ação. Hoje discorreremos sobre o valor da imagem. Temos que definir a maneira como queremos ser percebidos pelo mercado. Após essa definição, fazemos um Planejamento de Marketing Pessoal e começamos imediatamente a colocá-lo em prática. 

      O publicitário Chuck Lieppe, elevado a categoria de grande pensador graças a citação seguinte, o que já é resultado de Marketing Pessoal, dizia: “Aparentar ter competência é tão importante quanto a própria competência”. Não há como negar que o mercado compra na maioria das vezes a imagem. Portanto o aspecto externo deve ser cuidadosamente trabalhado, pois é o primeiro a ser observado o que o torna componente importantíssimo na concepção da nossa marca pessoal. Nos estacionamentos vemos primeiro os carros mais bonitos. Nas festas disparamos olhares para as mulheres que estão mais bem vestidas, o mesmo vale para as mulheres em relação aos homens. Por mais que às vezes levemos pra casa laranjas sem caldo, ou maçãs que parecem isopor, sem sabor algum, no momento da escolha na banca eram as mais vistosas.

       Li em algum lugar, lamento não informar a fonte já que desconheço o autor, e repito sempre aos meus alunos e clientes: “nunca teremos uma segunda chance de causarmos uma primeira boa impressão.” Na prática isso significa que no mínimo devemos ter cuidados básicos de higiene como: cabelos sempre cortados e penteados para homens e bem penteados para mulheres, dentes escovados, unhas cortadas e outros que não podem ser negligenciados. São a base da construção da sua imagem, portanto deve ser sólida. Quanto aos trajes, vista sempre a melhor roupa que tiver para a ocasião. Não significa usar “passeio completo” (terno e gravata) em todos os momentos, mas se vai vestir esportivamente opte pela melhor que tiver. Tenha na sua Rede de Relacionamento alguém que seja especialista em moda. Alguns modelos ou cores podem disfarçar atributos físicos que sejam pontos fracos como “gordurinhas a mais” ou “altura a menos”. O péssimo hábito de importar cultura deve ser abolido neste caso, sem invenções de trajes típicos de regiões ou países diferentes dos nossos. Nos Estados Unidos, por exemplo, existe a cultura do tal “casual day”, a permissão protocolar de usar o que bem entender na sexta feira. Aparece cada coisa nos ambientes de trabalho. Acessórios, perfumes, maquiagens também devem estar sempre adequados, pois podem comprometer tudo.

      Por mais que alguns “torçam o nariz”, somos produtos, e como tal devemos ter embalagem, marca, boa aparência e tudo isso com personalidade. Espelhe-se em alguém e siga seus exemplos, dando o seu toque pessoal.  O tempo continua correndo. Roupa passada, sapato engraxado, carro limpo, barba bem feita, pasta arrumada e mãos a obra. Os resultados só aparecerão a partir do momento que você começar. Comece hoje, já. Para ler os demais artigos da série Marketing Pessoal faça busca aqui mesmo neste blog e aguarde os dois últimos artigos da sequência.

      Faculdade Pitágoras realiza palestra sobre Marketing Pessoal com Reginaldo Rodrigues

      Reginaldo Rodrigues ministra curso no Sicoob-Copermec

      Está acontecendo no Sicoob-Copermec o Curso Falando em Público e Encantando Pessoas. O evento é destinado somente ao público interno. A RCEM trabalha com o Curso de Oratória "In Company" nas grandes corporações, onde existe um grande número de profissionais que necessitam de uma comunicação eficaz. Ao todo serão duas turmas de colaboradores à fazerem o curso, uma em fevereiro e outra no mês de março.

      sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

      Mandarei os Leões “pra” lá

      O serviço público é bastante diferente dos serviços comuns prestados pelas empresas privadas ou pelos prestadores autônomos, vez que está subordinado ao coletivo, havendo, portanto, um interesse maior que o interesse individual. Partindo dessa premissa, deveríamos ter serviços de qualidade. Deveríamos ter respeito, cortesia e atenção quando procurássemos tais serviços, concorda? Deveríamos. Não sei se você que está lendo este texto nesse momento já abriu uma empresa, precisou ir a um Pronto Socorro, já solicitou uma ligação de energia ou água. É realmente tarefa árdua. Mesmo alguns sendo prestados por empresas terceirizadas não deixam de ser serviços públicos, transporte coletivo também é um bom exemplo. Naturalmente alguns não poderão ser delegados a terceiros pela sua complexidade ou vinculação direta com a administração pública, entretanto, outros tipos não devem ser prestados diretamente e, por consequência, sempre são transferidos à iniciativa privada, contudo, obedecidas certas condições e normas. 

      Não quero entrar na questão burocrática que é um grande entrave em muitos de nossos serviços públicos, meu objetivo é enfatizar a qualidade(?) do atendimento das repartições. Afirmo categoricamente que esse problema é crônico. Há algum tempo precisei regularizar um documento na prefeitura da cidade onde está sediado nosso escritório. Reservo-me no direito de não citar o nome da cidade, pois toda vez que cito nomes tenho problemas com supervisores e diretores de tais marcas, tirando satisfações e querendo apresentar-me seus advogados, se é que você me entende. São os casos da Fiat e da Tim “homenageadas” em artigos anteriores meus há algum tempo. Voltando ao tema em questão, fiquei 15 minutos esperando que o bate-papo alegre e descontraído de um grupo de funcionários daquele lugar terminasse para que eu fosse atendido. Estranhamente a expressão descontraída se converteu em uma abordagem áspera quando finalmente uma senhora decidiu vir ao balcão me abordar. “O que quicê pricisa?” Perguntou. “De muita paciência”, pensei. Sou adepto das parábolas e histórias para ilustrar situações e não deixarei de jeito nenhum escapar a oportunidade de contar essa dos “Leões Fujões”.

      Dois leões fugiram do Jardim Zoológico. Na fuga, cada um tomou um rumo diferente. Um dos leões foi para as matas, e o outro foi para o centro da cidade. Procuraram os bichos por todos os lados, mas ninguém os encontrou. Depois de um mês, para surpresa geral, o leão que voltou foi justamente o que fugira para as matas. Voltou magro e faminto. Assim, o leão foi reconduzido à sua jaula. Passaram-se oito meses e ninguém mais se lembrou do leão que fugira para o centro da cidade quando, um dia, o bicho foi recapturado. E voltou ao Jardim Zoológico gordo, sadio, vendendo saúde. Mal ficaram juntos de novo, o leão que fugira para a floresta perguntou ao colega: - Como você conseguiu ficar na cidade esse tempo todo e ainda voltar com saúde?  Eu, que fugi para a mata, tive que voltar, por que quase não encontrava o que comer! O outro leão, então, explicou: - Enchi-me de coragem e fui me esconder numa repartição pública. Cada dia comia um funcionário e ninguém dava por falta dele. - E por que voltou então para cá? Tinham acabado os funcionários? - Nada disso. Funcionário público é coisa que nunca acaba. É que eu cometi um erro gravíssimo. Já tinha comido o secretário geral, dois gerentes, três superintendentes, cinco adjuntos, três coordenadores, doze chefes de  seção, quinze chefes de divisão, várias secretárias, dezenas de funcionários administrativos e ninguém deu por falta deles!!!  Mas, no dia em que eu comi o sujeito que servia o cafezinho... Estraguei tudo!!!

      Depois de muitas idas e vindas, evidente que não seria diferente, finalmente consegui retirar o tal documento e ouvi algo que reforça minha teoria acerca da qualidade do serviço. O funcionário apontou para uma pilha de papeis e disse: “São todos casos iguais ao seu, mas como eles não vêm aqui cobrar, vai ficando. Nossa equipe é pequena e o serviço é muito.” Pensei na hora no grupo de funcionários que estavam à toa na outra seção, quando na minha primeira ida naquele local, meses antes. Lembrei ainda de todos os computadores que vi conectados às Redes Sociais e sites de futilidades, nas diversas vezes que lá me encontrava em busca do imprescindível documento. Não me queiram mal os bons profissionais do setor, mas... “tem jeito não”. Estou pensando seriamente em mandar nossos queridos Leões para uma visita lá.